Homens, falando sério...!

Author: Telma Rossmann ** (TT Rossmann) // Category:

Quando a mulher que você ama tem câncer no seio...Se sua companheira for diagnosticada como portadora de um câncer de mama, pode ter certeza que você passará a ser uma peça-chave para sua recuperação. Ainda que caiba à mulher as decisões finais em relação ao tratamento, é importante que você escute seus sentimentos e medos, conheça as opções de tratamento e envolva-se nos cuidados necessários. Provavelmente você vai sentir um grande conflito emocional neste momento. Pode sentir-se impotente e incapaz de ajudar, mas saiba que cada palavra de apoio e carinho será fundamental para que sua mulher sinta-se melhor. Você também pode sentir medo, rejeição, sentimento de negação. Pode sentir que agora terá que adotar mais o papel de "forte" e não pensar em seus próprios sentimentos. Em qualquer momento que nosso(a) companheiro(a) adoece, o ritmo normal de dar e receber, de dependência e independência se altera. Uma enfermidade séria pode aproximar ainda mais o casal. No entanto, como em qualquer crise, pode também ressaltar as deficiências já existentes na sua relação. Muitos homens acham difícil atuar como um sistema de apoio para suas companheiras, enquanto ainda precisam lidar com suas próprias emoções. Ao mesmo tempo em que necessita ser forte para a sua mulher, pode também estar se sentindo sozinho ou abandonado. Você pode estar sentindo medo do que acontecerá se você mesmo adoecer agora, porque todos dependem de você. Pode ter sentimentos de medo e até mesmo de rejeição, que é natural. Geralmente, no entanto, não é a aparência física de sua companheira que lhe afeta de maneira tão forte, mas o significado emocional desta situação. O medo de perdê-la pode causar o desejo de afastar-se emocionalmente e da intimidade sexual, como parte de um processo. Mas, na verdade, para a maioria dos casais, as mudanças são positivas. Alguns sentem que a experiência do câncer de mama os uniu ainda mais. As mulheres que não apenas sobreviveram ao câncer de mama, mas também mudaram sua vida, de uma maneira positiva, enriquecendo-se, puderam viver essa experiência porque tinham no companheiro um parceiro e aliado. Gostaríamos de incentivar você a partilhar com sua mulher essa experiência, tirando daí também bons frutos. Procure saber mais sobre essa doença, entender quais são os mitos e verdades, conversar com a equipe médica e participar de todas as decisões. Se você e sua companheira tiverem o compromisso de estarem juntos durante o diagnóstico, tratamento e recuperação, como parceiros, ela estará muito melhor e vai superar a doença mais rapidamente. E vocês terão a oportunidade de enriquecer e fortalecer seu relacionamento.

http://www.cancerdemama.org.br/

0 Responses to "Homens, falando sério...!"

Postar um comentário